segunda-feira, 2 de agosto de 2010

PARA LER E PENSAR - HERMANN HESSE





Sociedade e Indivíduo

  • Não existe nada tão mau, selvagem e cruel na natureza quanto os homens normais.
  •  
  • As pessoas dotadas de coragem e caráter são sempre muito incômodas às outras.
  •  
  • O que jamais desejo, nem mesmo nas horas piores de minha vida, é um meio-termo entre o bem e o mal, uma posição covarde e facilmente tolerável. Não! Prefiro o exagero da curva - prefiro o tormento ainda pior e, ao depois, aquele instante de bem-aventurança, envolto num halo de maior brilho.
  •  
  • Ainda que inculto, superficial, pouco inclinado a pensar, tem o homem a necessidade primordial de admitir um sentido para a sua vida. E, se não o encontra, sua vida privada coloca-se sob o signo do mais selvagem egoísmo e do mais agudo pavor da morte.
  •  
  • Podemos compreender uns aos outros. Mas só cada um de nós sabe o sentido de si mesmo.
  •  
  • Eis o começo de todo declínio: dar importância somente às grandes coisas e tratar com negligência as coisas pequenas. Ter em alta estima a humanidade e, entretanto, maltratar os criados - ou seja, considerar sagrados a pátria, a Igreja, o partido, e, por outro lado, fazer mal o seu dever cotidiano - eis o princípio de toda decadência. Contra esta só existe um corretivo: começar pondo inteiramente de lado as chamadas coisas primeiras e sagradas - as convicções, a cultura, o patriotismo - e, em contrapartida, atribuir o máximo de seriedade às coisas pequenas e mínimas e ao serviço a ser prestado por nós a cada momento.
  •  
  • Quem "não se acomoda a este mundo" está sempre perto de encontrar-se a si mesmo. Quem se ajusta e se adapta, jamais se encontra. Pode, todavia, tornar-se um senador.
  •  
  • Há, é claro, muita gente que acha a vida muito fácil e vive aparentemente "muito feliz": são criaturas de personalidade fraca, que não encontram problemas.
  •  
  • Quando alguém teme a outrem, começa a conceder-lhe poder sobre si mesmo.
  • Quem, lutando, conseguiu a duras penas desatar sua personalidade das peias de suas origens não se sente inclinado a aprisionar sua liberdade e sua responsabilidade, conquistadas a alto preço, em qualquer tipos de esquemas, programas, escolas, correntes ou igrejinhas. 






             

Nenhum comentário:

Postar um comentário